Arquitetura_

A arquitetura interativa de Guto Requena

29.10.2015_ O arquiteto Guto Requena realizou uma intervenção na fachada do Hotel WZ Jardins, em São Paulo, que monitora a poluição sonora e a qualidade do ar na região e, em resposta, alterna padrões gráficos e coloridos.

guto4

Na famosa Avenida Rebouças, em São Paulo, entre a Rua Oscar Freire e a Alameda Lorena, está localizado o Hotel WZ Jardins. O prédio construído na década de 1970 ganhou recentemente uma intervenção com a cara do século 21, assinada pelo Estúdio Guto Requena. O arquiteto Guto Requena usou um processo paramétrico, gerado por computador, para analisar a paisagem sonora do entorno do edifício e em resposta a esses estímulos, criou padrões gráficos e coloridos.

O prédio foi revestido com placas metálicas Alubond e com o uso de um software, as diferentes intensidades de som geram as cores das chapas, tudo com luz de LED. Os picos de som geram a cor dourada, com um pouco menos de áudio a cor azul marinho aparece, com pouco barulho é a cor azul claro e o silêncio gera a cor cinza. O resultado é uma camuflagem pixelada que reflete visualmente a paisagem sonora de uma das avenidas mais movimentadas da cidade de São Paulo.

guto5guto2

Além disso, outro grupo de sensores instalados no edifício coletam a qualidade do ar no local, o que também impacta na mudança de cor da fachada. Os dias mais poluídos ficam com tonalidades mais quentes, como vermelhos e laranjas, já os dias com uma melhor qualidade do ar, ficam com cores mais frias, como azuis, roxos e verdes.

Quem quiser interagir com o edifício, é possível baixar um aplicativo de celular que permite através do toque ou da própria voz visualizar as ondas sonoras na fachada do prédio.

 

Fotos_ Divulgação

guto1

Arquitetura_, , , .

teto_354x354

assine a newsletter
da teto >

As + Lidas