Interiores Especial_

Ibirapuera aos seus pés

O arquiteto Flavio Castro integra varanda e sala de estar para privilegiar a vista neste apartamento em São Paulo

O projeto do apartamento Ibirapuera, em São Paulo, foi feito pelo arquiteto Flavio Castro, do escritório FCstudio, sob medida para um casal com um filho. O foco principal do profissional foi privilegiar a vista para o Parque do Ibirapuera e proporcionar uma grande integração espacial entre as áreas do projeto. Com 462 metros quadrados, o grande desafio desse projeto foi criar essa ampliação, sem que a identidade da proposta contemporânea fosse perdida durante o processo de execução.

A planta original contemplava um grande terraço que não seria muito utilizado pela família, já que o apartamento fica no vigésimo andar e é alvo de constantes ventos. Para solucionar essa questão, o arquiteto optou por ampliar a sala, deixando os espaços internos mais integrados e de acordo com o estilo de vida da família. “Com a sala mais próxima da fachada do edifício foi possível captar mais luz natural”, conta Flavio Castro.

 

“O projeto levou em consideração o contexto e as redondezas, as vontades dos clientes e traduziu tudo isso em arquitetura de interiores”

Para que toda a integração dos ambientes acontecesse de forma natural, o escritório optou por coordenar toda a parte de design de mobiliário, desde a escolha até a produção. “Nós assessoramos os clientes nas compras das peças e cuidamos da cromática, dimensões e linguagem de cada item para que a atmosfera fosse coerente com as sensações buscadas: conforto, funcionalidade, informalidade e intimidade”, resume o arquiteto.

O arquiteto criou uma estante horizontal de madeira nogueira e pau-ferro na sala de TV e optou por uma adega na sala de almoço que também serve a sala de jantar. Um dos destaques é a mesa de pedra e madeira, desenhada por Flavio, que tem diferentes alturas, espessuras e apoios e se adequa conforme a necessidade dos clientes.

“No apartamento Ibirapuera nós trabalhamos com design inovador, originalidade nas peças feitas sob medida e sustentabilidade com o mobiliário certificado”

Nesse projeto os móveis se relacionam entre si e fazem parte de um contexto, que vai além de cada peça separadamente. Entre os destaques escolhidos para esse apartamento, a poltrona Paraty, de Sergio Rodrigues, o sofá de Patricia Urquiola para a Moroso, a luminária Rope, de Christian Haas, e a cadeira Marta, de Aristeu Pires.

“O projeto gerou a atmosfera ideal para que a família aproveitasse o melhor do design mundial e brasileiro, além de algumas peças sob medida que fizemos, e também o contexto urbano de São Paulo, através da escolha certa das cores, alturas, inúmeros tipos de madeiras e as texturas das peças, que dialogam com o parque e entre si”, resume o arquiteto.

Texto: Paula Queiroz | Fotografia: Pedro Kok

Interiores Especial_, , , , , , .

As + Lidas